Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Historia do Passeio das Fontainhas.

"(...)os primeiros espaços concebidos para o passeio público foram as alamedas. Estavam estrategicamente posicionados, sob o ponto de vista cénico, sendo plantadas com alinhamentos de árvores, equipadas com bancos e geralmente vedadas por muros e gradeamentos. Em 1874, Pinho Leal referia a existência de nove alamedas na cidade: Olival, Virtudes, Vitória, Lapa, Aguardente, Bonfim, Prado do Repouso, Fontainhas e Massarelos.(...)

(...)as Alamedas das Fontainhas, Virtudes e Vitória contam-se entre os mais extraordinários miradouros que a cidade ainda hoje tem. (...)

(...) A Alameda das Fontainhas fica fronteira ao Convento da Serra do Pilar, antigo recolhimento dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho, atribuído ao traço de Filipe Terzi, e para a sua construção, por ordem do governador D. Francisco de Almada e Mendonça, em 1790, foi criado um aterro com 60 metros de largura e 200 metros de comprimento suportado por um enorme muro ao longo do qual foram plantadas arvores e, num largo semicircular, foi colocada uma fonte rodeada por bancos de pedra. Outrora, teve gradeamento e portões que condicionavam o seu uso. Em 1871, a alameda foi ampliada para nascente com a construção do muro destinado a proteger o caminho-de-ferro. (…)

"Um novo elemento aparece nesta fase nas ruas do Porto o passeio. Aparecendo o primeiro a partir de 1786, seguir-se-ia, entre 1787 e 1800, a construção de muitos outros, que foram surgindo ladeando ruas e praças. A sua inserção na estrutura urbana da cidade talvez se possa incluir entre os diversos aspectos, que no Porto da época, são uma consequência da influência inglesa. (…) Os “frades”, procuravam evitar que “carros, liteiras e bestas de carga e cavalaria” andassem por cima dos passeios. Para impedir “ a ruína que terão os passeios que ornam as ruas (…) se se consentir o abuso com que comessão a passar por elles” os meios de transporte acima referidos, foram mandados fixar “editaes publicos” para proibir uma tal infracção, já que os passeios eram destinados às pessoas. Quem infringisse a proibição teria que pagar três mil réis da cadeia, sendo “metade para o denunciante se o houver ou para o oficial que o prender e a outra metade para as Obras Publicas”. A modernidade do aparecimento dos passeios no Porto desde 1786 é um aspecto a realçar, se nos lembrarmos que os primeiros passeios, à moda inglesa, aparecem em Paris, em 1781, na Pont-Neuf e a seguir na rua “de l’Odéon”. A Alameda das Fontainhas está inserida no grupo de obras públicas realizadas sob inspecção de Francisco de Almada e Mendonça. A execução do projecto é atribuída por Jaime Ferreira Alves a José Francisco de Paiva. O mesmo autor aponta o início das obras no ano de 1801 e a sua conclusão em 1808.
publicado por Admin às 12:25
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.últ. comentários

Este link não funciona. Por favor, coloque um novo...
cria um novo link por favor
http://youtu.be/jb3FvmaWtRo
Meu sonho è ter sexo com ela...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Si quieren ver mas de ella visiten: http://bootyc...
adoro documentarios !!!show de bola esse blog !!!!...
eu saquei o jogo mas nao consigo jogar, ele foi te...
em 1º lugar, para os que tem o minimo de conhecime...
blogs SAPO

.subscrever feeds